You are currently viewing Grama-são-carlos – Axonopus compressus

Grama-são-carlos – Axonopus compressus

A grama-são-carlos tem folhas largas, lisas e sem pêlos. É estolonífera, isto é, o caule fica acima do solo  e emite as raízes para baixo e as folhas para cima. De coloração verde vibrante a pleno sol e um pouco mais escura à sombra, há ainda uma forma variegada de folhas com margens branco-creme. É indicada para jardins públicos, industriais, residenciais, principalmente sítios e fazendas.

Adaptada ao clima frio, vai bem a pleno sol e a meia-sombra, formando um tapete bem denso. Vendido comumente na forma de placas ou mudas. Deve ser cultivada em solo fértil, com regas freqüentes pois não resiste à seca. Não tolera sombra total. O corte deve-ser feito sempre que a altura chegar a 3 centímetros. Multiplica-se pela divisão dos estolões enraizados.

Nome Científico: Axonopus compressus
Nomes Populares: Grama-são-carlos, Grama-curitibana, Grama-missioneira, Grama-sempre-verde, Grama-tapete
Família: Poaceae
Categoria: Gramados
Clima: Equatorial, Subtropical, Temperado, Tropical
Origem: América do Sul, Brasil
Altura: menos de 15 cm
Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene