You are currently viewing Sete-léguas – Podranea ricasoliana

Sete-léguas – Podranea ricasoliana

A sete-léguas é uma trepadeira lenhosa, muito rústica e vigorosa. De crescimento rápido, apresenta ramos longos e ramificados, que podem chegar a 10 metros de comprimento. Suas folhas são compostas e de coloração verde-brilhante. As inflorescências são terminais, esparsas, formadas por flores grandes em forma de trombeta, perfumadas, de coloração rósea e com estrias avermelhadas. A floração ocorre durante o ano todo, mas é mais abundante na primavera e verão. Às vezes formam frutos, que são do tipo cápsula, longos e aplainados.

Por ser extremamente vigorosa, deve ser apoiada apenas sobre suportes fortes e grandes, como caramanchões, pérgolas, pórticos ou muros. Exige tutoramento inicial e amarrio, além depodas anuais no inverno, que controlam o crescimento da folhagem e estimulam uma floração mais intensa. Adapta-se muito bem ao litoral e fornece uma sombra valiosa nos dias mais quentes. São muito visitadas por mamangavas (Xylocopa sp).

As sete-léguas devem ser cultivadas sob sol pleno, em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares. Apreciam o clima ameno e toleram pouco às geadas, perdendo a folhagem, mas rebrotando depois. Multiplicam-se por estaquia, mergulhia e mais raramente por sementes.

Nome Científico: Podranea ricasoliana
Nomes Populares: Sete-léguas,
Família: Bignoniaceae
Categoria: Trepadeiras
Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
Origem: Oceania
Altura: 9.0 a 12 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene